Chico Mendes

Chico Mendes, assassinado em 1988, entrou para a história como uma das mais importantes lideranças de movimento social na Amazônia.

Hoje seu legado político encontra-se em disputa. Sua imagem é utilizada para legitimar as políticas que estão abrindo caminho para o capital na região amazônica, em seu processo de expansão historicamente degradador (tanto da natureza quanto da própria humanidade).  A tragédia de Chico Mendes não terminou com seu assassinato encomendado.

Abaixo, Chico por ele mesmo, em uma de suas últimas entrevistas:

Palestra na USP, em maio de 1988:

Depoimento de Osmarino sobre Chico:

Anúncios